30.1.04

Agora eu fico em silêncio, aqui no meu canto, só curtindo meus lalalas, porque eu cansei de ser passional e inspirada. Agora eu sou musical e shhh, fica quieto, tô tentando ouvir o Morrissey, dá licença?

Num só dia três posts de quatro citando Morrissey, putaqueopariu, esse cara significa POUCA coisa na minha vida, vocês percebem. Agora eu vou tentar alcançar, como chama mesmo?, meu satori. É coisa séria, nem pergunta, porque eu aprendi ontem. Tô decidida a alcançar o satori até segunda feira, porque, sabe como é, eu preciso.

Sim, eu escrevo como criança de dez anos que acabou de ganhar sorvete. Foda-se, eu não ligo mais.

E parece que alguém decidiu transformar meu faz-de-conta em realidade, olha só o céu fechando os olhos e deixando as lágrimas escorrerem. Lalala, eu amo o céu e amo estrelas e a lua, mas o Sol não, porque o sol estraga minha pele e lacrimeja meus olhos sensíveis por todas as razões erradas. Eu gosto da luz do dia, tá, mas não gosto do sol.

Que sexta-feira mais perfeita, meu, até faz apagar minha visita à escola.

Nenhum comentário: