27.6.06

estou indo embora, meu amor.


quero descansar dos teus olhares - é um camaleão de longevidade essa novidade grotesca a que me proponho.

Nenhum comentário: