2.7.09

ah, meu bem, você me cansou. tudo que eu pedi foi pra que você sussurrasse algumas mentiras no meu ouvido, mentiras familiares e bonitas, pra que eu e você conseguíssemos suportar o passar dos dias. mas você quis bancar deus, quis se fazer imortal.

quando eu disse que precisava ir embora, que eu não ia mais aguentar um segundo de você na minha vida, você respondeu "te vejo amanhã". você não vai me ver amanhã, nem depois. estou indo embora, meu amor. eu nem sequer gosto de você, só quero saber o seguinte: se você visse Atlas, aquele gigante que carrega o mundo nas costas, se você visse que ele continua lá depois de todo esse tempo, os joelhos tremendo, os olhos sangrando, os braços inchados, mas ainda assim segurando o mundo sobre os ombros, o que você diria?

e não tente dizer a verdade dessa vez.

4 comentários:

mel disse...

lembrete: reescrever.

Nah Safo disse...

gostei da comparação com o Atlas.
acho que gostei até demais.

vai reescrever muito? já tá tão bom...

mel disse...

não gostei da comparação com atlas, acabei de ver que tá escrito com letra maiúsucla, aliás, preciso consertar.

Nah Safo disse...

sempre lembro que vc respondeu comentários por aqui. mesmo que eu demore.

eu nem ia falar nada do Atlas.
e agora já esqueci o que ia falar.