6.3.13

she's so lucky, she's a star



eu tenho desgostado mais e mais da britney - e não digo isso sem dor no coração - mas esse vídeo dela na ellen degeneres foi o que realmente transformou em gelo o pedaço do meu coração que eu tinha guardado para brit e somente para ela.

eu não vou relembrar as maluquices nem falar sobre a recuperação dela, eu acho ótimo que ela esteja bem e saudável e capaz de trabalhar MAS

uma coisa que eu não consigo entender, e também que eu nunca teria reparado caso a brit não tivesse virado jurada do x factor - e uma característica que tá bem clara nesse vídeo do programa da ellen - é quão desconfortável ela parece estar o tempo todo. tipo, não desconfortável com as situações em que ela está, mas desconfortável no próprio corpo, na própria cabeça. não sei se sou eu esperando da personalidade da brit algo que ela nunca me prometeu que seria, só que na verdade ela meio que prometeu sim! em todos os clipes desde sempre em que ela dança e conquista garotos e as pessoas dançam ao redor dela e todo mundo parece adorá-la e ela tem essa *energia* contagiante e bem-humorada e confiante e ciente de que ela pode tudo, mas mesmo assim ela é sempre muito natural, como se ela nem soubesse desse poder todo, como se só saísse dela e sem nem perceber ela já tivesse conquistado o universo todo! essa é a brit que eu amo, a brit que confia em si mesma e se diverte fazendo o que faz e está confortável, sim, seja dançando na frente de milhares de fãs num estádio lotado, seja dando uma entrevista relaxada falando do seu dia-a-dia.

é só comparar com esse outro vídeo aqui, também na ellen degeneres.


dá pra ver na postura dela, no jeito que ela responde as perguntas, nos momentos em que ela sorri, que ela tava se sentindo bem e não tava vendo nenhum problema em estar lá, sendo entrevistada, respondendo perguntas pra um mundo de gente que se interessa no que ela faz. no vídeo dela dançando o gangan style ela tá sempre sorrindo exageradamente e forçadamente, como se ela sentisse que ela precisa parecer feliz o tempo todo, ela precisa que a gente pense que ela está feliz quando na verdade ela não está. ela claramente não tá nem um pouco a fim de aprender o passo da dança, e talvez eu estivesse meio desconfortável numa situação dessas também, né, quer dizer, é constragedor mesmo, mas ela é a britney spears, bitch! se ela tá desconfortável e não quer fazer aquilo, ela, como entertainer, como show-woman, tem que saber dar um jeito de se divertir com aquilo, ser meio pateta, transformar a situação desconfortável numa situação em que ela esteja tirando um pouco de sarro dela mesma, rindo de si mesma. não ficar com aquela cara de boneco de cera, sorrindo como se o fucking coringa tivesse atacado ela.

e é isso que tem me irritado muito nela, essa forçação de barra, o fato de ela claramente ser tão fake o tempo todo, quando foi que a britney virou isso? que tipo de aconselhamento ela tá tendo pra agir assim em público?

o que eu amava na britney era que, independente de discussões sobre o talento dela, ela era tão cativante. ela era divertida nas entrevistas, ela parecia se divertir tanto com tudo que ela tava fazendo, ela afirmava o tempo todo que estava, sim, se divertindo com aquilo. então toda aquela imagem da super-cool britney dos clipes se confirmava nessa outra super-cool britney ao vivo - duas britneys diferentes, sim, mas que se completavam, porque a britney que era divertida e palhacinha e um pouco tímida mas ainda assim confiante ao vivo só podia ser a mesma britney que conseguia bancar a cool e sexy e foda nos clipes. só tendo confiança nela mesma ela poderia passar aquela imagem poderosa nos clipes.

e eu não a culpo por ter parado de gostar desse universo todo, eu não acho que é dever dela gostar de estar no showbusiness pra sempre, mas se ela tá tão claramente infeliz, por que continuar fazendo isso? a vontade de não ser esquecida é tão gigante que ela prefere ficar forçando sorrisos eternamente do que desencanar por um tempo, dar uma descansada, fugir dos holofotes nem que seja temporariamente?

brit, a gente não vai te esquecer! pode fazer um retiro por um tempo, pode ser mãe em período integral, pode sumir dos tablóides! até o bowie sumiu por um tempo depois de, o que? 40 anos de carreira? e quando voltou a gente tava aqui, esperandinho! você pode também! porque eu prefiro ficar sem britney alguns anos do que ter essa britney na qual eu não acredito, essa britney que eu sei que tá fingindo. convenhamos, é impossível eu acreditar nesse tipo de fierceness quando você recebe com caretas de nojo um fã que te leva flores no x factor e diz que é seu maior fã.

mas eu acredito nessa britney aqui, e é dela que eu sou fã e é ela que eu espero reaparecer um dia:




Nenhum comentário: