31.12.13

noite de ano novo

discussão acalorada
sobre o desejo feminino genético
biológico
(talvez, se olhado pelo ângulo de uma estudante de ciências humanas,
que ninguém sequer escuta,
desejo social e não feminino)
de encontrar um homem
provedor de riquezas e, é claro,
também alimento e teto e potencial espermatozóico
para filhos saudáveis
pois vejam bem
há um documentário sobre chimpanzés
- dos quais carregamos 97% dos genes
que mostra
chimpanzés machos
comendo um gambá 
cru 
recém-caçado
as fêmeas se aproximam 
recebem algumas porções da carne
e - não é de se surpreender
a fêmea que recebe mais carne
está mais inclinada
a dar
pros macho tudo
e eu, mulher com 97% dos genes chimpanzísticos
estou destinada
a que, me digam?



e quando eu digo, em voz mais alta do que o resto dos conversantes "que bom que não somos chimpanzés!", minha mãe sussurra, no ouvido de uma amiga (boa gente, advogada, inteligentíssima - mas só eu notei ela dizendo que 'queria um apartamento pra mim morar'?) pra desculpar minha lógica não chimpanzaica: não liga, ela é da fflch

Nenhum comentário: