18.5.14

a amiga do cabelo perfeito

você a conhece há anos, e o cabelo dela só melhora.

no ano em que vocês se conheceram os cabelos longos avermelhados, representantes de uma pós-adolescência ainda reminiscente dos anos de colegial não te surpreendeu tanto - embora o comprimento das madeixas fosse, por si só, algo surpreendente. ainda assim, ela caminhava pelos corredores, cabelos ligeiramente superiores aos seus e de todo o resto.

agora você se pega imaginando como aqueles cabelos exalam o frescor primaveril de tulipas brotando mesmo com os inúmeros cigarros que ela fuma. cada vez que a encontra, o perfume de rosas silvestres dos fios brilhosos quase te faz chamar ela prum encontro, o que seria completamente awkward considerando os anos de amizade e a relação irônica-urbana que vocês têm. o impulso do encontro some, mas a mágica dos cabelos permanece.

ela diz que o cabelo está sujo, está com uma escova do dia anterior, molhou a franja na chuva e não teve tempo de passar um secador desde então, e você mentalmente visualiza o seu cabelo com escova do dia anterior e franja molhada da chuva e sabe que estaria parecendo um espanador que foi atacado por um cachorro no cio. mas não a amiga do cabelo perfeito. a franja molhada dela tem a magia do bagunçado francês de lèa seydoux.



ela fala do shampoo de camomila, da cabeleireira incrível, "o segredo é shampoo para cabelos normais e condicionador para cabelos extra mega super secos", e você se perde em utopias fantasiosas em que seu cabelo após um dia de chuva e uma escova meio desmanchada tenha o brilho e o movimento dos incríveis cabelos da amiga do cabelo perfeito.

você tenta se convencer de que talvez seja a amiga do cabelo perfeito de alguém, mas não se atém muito na fantasia: seus cabelos são a piadinha num filme em que os cabelos da amiga do cabelo perfeito são a emma stone.

Nenhum comentário: