15.9.14

no show do gil teve

gil sambando e dançando (................ na cara da sociedade? talvez)

gil esquecendo o nome da banda convidada

gil dizendo "não me processem por racismo, mas segunda-feira é dia de branco"

gil discretamente (ou desesperadamente) se desculpando por ter dito o que disse nas épocas de polêmicas de biografias.

gil defendendo a liberdade de expressão e o politicamente incorreto

gil ajoelhando no palco para beijar a mão de uma fã



também teve um momento embaraçoso de conflitos ideológicos gente partidária de ver o show sentado versus gente partidária de ver o show de pé; ao que os sentados berravam para os de pé (que estavam na frente) palavras de amor pelo próximo e fim do egoísmo, até que um comunicado oficial nos microfones declarou que o aconselhável era que todos assistissem ao show sentados - e frente a tal pedido autoritário todos fizeram o contrário e se levantaram. (brinks, ninguém aguentou ficar sentado à visão de tanta ginga e sensualidade de gilberto gil, na real, o que foi bem lindo)


no show do gil não teve: gilberto gil cantando domingo no parque, à despeito de estarmos no parque e ser domingo, mas essa a gente supera.

Nenhum comentário: