22.2.15

então eu comprei um computador novo e desde então tenho me deliciado nas memórias das redes sociais que eu não conseguia acessar no meu computador antigo, e devo dizer que até hoje não superei a frustração de o lastfm não ter virado o grande hit das redes sociais que nós esperávamos.

o lastfm é a melhor rede social, gente. qual é o melhor jeito de conhecer pessoas online, fazer amizades, trocar figurinhas sobre bandas, do que através de uma rede social simples que já faz o trabalho de catalogar tudo que você escuta e te colocar em contato com a) gente que gosta das mesmas músicas que você; b) bandas similares às bandas que você já conhece e curte. esse site tinha tudo pra ser o maior site de interação social do universo.

acho que o problema do lastfm é que só pessoas ~cult~ ~indies~ ~alternativas~ usam, e a vantagem disso é: gostos musicais maravilhosos (até as pessoas com compatibilidade baixa curtiam músicas boas, isso é awesome). a desvantagem é: o tipo de público que usava o lastfm não era a galera que curtia ou incentivava o tipo de interação social que o facebook promove, por exemplo. era uma coisa mais quieta, menos histérica, menos atualizações e timeline poluindo sua visão all the fucking time e mais quem quiser se dar ao trabalho de utilizar todas as ferramentas do site, faça-o, quem não fica aí só curtindo o scrobble automático das músicas, tipo, você não precisava nem entrar no site pras suas músicas estarem lá. é a melhor rede social exatamente porque não força a interação como as outras redes forçam. e talvez por isso ela tenha meio que sido esquecida?

não sei, mas redescobri o lastfm esses dias graças ao meu novo computador, e nas minhas mensagens havia o seguinte vídeo que um ~amigo virtual~ me mandou:


isso é uma das melhores coisas que alguém da internet já me mandou na vida, e isso só aconteceu por causa do lastfm. acabei de rever esse vídeo e lendo os comentários vi que há uma temporada em que ele faz referências ao manic street preachers e o que eu vou fazer agora? isso mesmo, baixar toda a discografia do manic street preachers pois essa é uma bela banda que eu não escuto faz anos e da qual eu nem teria lembrado, portanto obrigada lastfm, obrigada chris packham, obrigada smiths, obrigada internet.

Um comentário:

diogo morikawa disse...

Gostava de quando os messengers exibiam as músicas que seus amiguinhos estavam ouvindo. Dava pra descobrir coisas novas e chutar qual era o humor da pessoa do outro lado hehe.