22.2.15

outra rede social (?) incrível era o 8tracks, also uma pena que todo mundo acabou desistindo, e eles também fizeram mudanças demais e ficou meio confuso pra postar as playlists mas: saudades de ter tempo pra pensar nessas playlists, e lembrei de uma coisa que aconteceu:

quando eu era uma pequena adolescente blogueira escrevendo sobre spleens e dores adolescentes, eu lia esse zine de meninas chamado zine vanilli. eu adorava o jeito que elas escreviam, os temas sobre os quais elas escreviam, fcava admirando de longe anonimamente e desejando um dia ser cool e versada e engraçada e sensível como as meninas que escreviam no zine.

um belo dia, anos e anos e anos depois, quando o zine já não existia fazia tempo, uma moça curtiu uma playist minha no 8tracks. eu fui lá xeretar o perfil dela e as playlists dela eram ótimas e tinha um link pro lastfm dela. e quem era ela??? nada mais nada menos do que pri bittersweet, a criadora do zine vanilli, cuja exstência eu havia admirado por tantos anos. o que eu fiz?? fui lá conversar com ela, ela leu meu blog, disse que eu devia ter mandado algo pro zine, e além de tudo descobri que ela era super amiga de um menino que estudava comigo na letras, ou seja, o mundo é um ovo e o mundo virtual reproduz essa dinâmica tipo igualzinho.

mas tipo. esse 8tracks. que bela ideia. o próprio conceito das 8 faixas é super legal pra quem curte o estilo ~vintage~ de ouvir músicas, é super atraente poder escolher oito faixas e postá-las como teria sido feito num 8track device, e também é bem appealing você não precisar se conter a oito faixas (embora a maioria das pessoas o fizesse, porque sim)

e fala sério, gente, olha essa minha primeira playlist no 8tracks: tem wilco, pavement, dan auerbach (antes de ele transformar o black keys num cover de mgmt com foster the people), brazda brothers, elliot smith, absynthe minded (<3) e avett brothers que não tem nada a ver e eu não devia ter colocado. também tem essa aqui, que entre outras coisas tem leonard cohen, patrono desse blog.

esse era um site que valeria a pena continuar usando, se ele não fosse tão problemático: entre eu começar a escrever esse texto e chegar nessa frase o 8 tracks simplesmente saiu do ar, não carrega de jeito nenhum, cabô felicidade.

por outro lado, acabei de descobrir que eles tem apps pra celulares e a descrição do app diz o seguinte: stop letting marketing dweebs and computer algorithms pick your music and hear what real people from around the world are listening to. taí uma premissa que vale a pena ser testada.

Um comentário:

Nah Safo disse...

aquela playlist que a gente ouviu do Americanah era do 8tracks <3