18.4.15

Humanos do SPFW, último dia!

(publicado originalmente em lilian pacce, fotos aryanne valgas)

SPFW chega ao fim mas a criatividade dos frequentadores não! Muita gente na correria – pra ver os desfiles e pra fazer os desfiles acontecerem – mas a pressa não interfere no estiloTênis e botas baixinhas continuam dando o tom, porque looks charmosos não precisam ser desconfortáveis. Tem quem curta o atemporal preto e branco e quem abuse das cores e estampas. As meninas aparecem de saias e vestidos de todo e qualquer comprimento: minimídimáxi: vale tudo! O importante é se divertir, expressar personalidade e ser singular por dentro e por fora. Confere na nossa galeria!


"Comecei um blog de estilo e comportamento voltado pro público afrodescendente, e tive as 1ªs ideias pra fazer camiseta por causa do blog. Sempre gostei de garimpar estampas pra fazer roupas pra mim e pra minha irmã, e num verão decidi tentar fazer uma 1ª coleção. Agora já tenho peças de outono também. A proposta da minha loja é usar muita estampa e manter a modelagem simples, inclusive com peças multiuso. Agora com a loja online tô tentando manter o ritmo de novidades o tempo todo, porque as clientes cobram!" - Loo Nascimento

"Tô trabalhando desesperadamente hoje, então vim bem confortável e fresca!" - Daniele Bianchi, estilista

"Vim ver alguns desfiles, apesar de curtir mais o que está por trás, a parte da criação, o processo de produção das roupas. Desfile é algo meio engessado, comercial, meio banal até" - Marcella Diniz

"Vou desfilar, preciso ir correndo pro backstage!" - Ariel Donida

"Gosto de estampas delicadas, misturas de listra e poá, uso bastante tênis e normalmente me visto de preto e branco, às vezes com toques de vermelho." - Renata Brosina

"Costuro minhas próprias roupas - eu que fiz esse look! Sou muito ligada à minha ancestralidade, procuro cores e elementos que valorizem minha etnia. As negras brasileiras estão num processo de encontrar sua individualidade, e a indústria se apropria desse momento e transforma em tendência, em consumo. Há componentes da moda de origem negra que não deveriam ser transformados em modismo, pois são símbolos de empoderamento, têm significados culturais, religiosos, sociais. Se apropriar disso é errado, ao meu ver." - Nataly Nieri

"Quase não uso referências, sou muito básico. Visto branco, preto, camisetas... Não tenho muita vaidade. O que me atrai na moda são as roupas femininas, a moda masculina não me interessa tanto, então fico no básico" - Wagner Kallieno, estilista que faz parte do line-up

"Moro no Brasil há quatro meses. As francesas são bem mais simples, clássicas, e as brasileiras são muito coloridas!" - Anouk

Nenhum comentário: