6.8.15

but you don't really care for music, do you?

depois de corrigir 87 provas me concentrar nas últimas três ficou basicamente impossível e eu resolvi procrastinar e tomar um banho quentinho e cheiroso e o meu shuffle querido tocou um jeff e quem sabe um buckley enquanto eu lavava meus cabelos com shampoo cruelty free e sem parabenos.


a música sorteada foi lover you should have come over e não por acaso semana passada eu mandei o vídeo a seguir pra pelo menos três amigos diferentes acompanhados dos dizeres ~~imaginem euzinha num show desse homem. esse é apenas meu habitat natural~~ (isso sem contar as outras 5+ pessoas pra quem eu mandei o vídeo sem nem dizer nada, apenas porque sim, apenas porque todos merecem assistir um jeff buckley ao vivo em um dia aleatório)


jeffzinho querido, como eu te amo.

porém acho uma pena que meu habitat natural seja o show de um cara que morreu com 30 aninhos quando eu tinha apenas 10 e ainda brincava de barbies. isso significa, meus amigos, que eu estarei pra sempre fora do meu habitat natural. pra sempre deslocada. pra sempre no lugar errado. se isso não é extremamente jeff-buckley-ish não sei mais o que pode ser.

a minha relativa sorte é que - embora eu não tenha nascido-crescido-aprendido-a-apreciar-música a tempo de ver jeffzinho cantando ao vivo - eu nasci e cresci a tempo de ver a rede social youtube tomar conta do mundo e graças a ela eu posso ver vídeos do que foi meu habitat natural antes de sua extinção. e queria lembrá-los todos que houve uma época que a mtv era um grande lar de todo tipo de artista e nos trazia coisas como jeff buckley ao vivo.

obrigada mtv, por antes de ter virado uma grande piada pronta dos nossos tempos, ter registrado coisas maravilhosas como essa:


e como eu não escolho meus ídolos de qualquer jeito, é claro que buckleyzinho também teve momentos de ouro cantando uma canção do cohen, fato que todos sabem mas que eu preciso colocar aqui por motivos óbvios d+ pra serem comentados.

THIS IS FOR LEONARD, WHEREVER YOU ARE, AND THIS IS FOR NINA SIMONE.




plmdds, gente. 




(update engraçadinho: em algum momento do ano passado assisti na tv um filme sobre o jeff buckley que se passava nos dias anteriores a um tributo ao tim buckley no qual jeff cantaria, e supostamente o filme tratava dos conflitos de buckley filho, abandonado pelo pai tão cedo e depois tendo que segurar todo um legado musical do pai que morreu também tão jovem, mas o mais engraçado de tudo - que não era pra ser engraçado, afinal, é de tim e jeff que estamos falando, é que o ator que interpretava jeff buckley era o dan humphrey, de gossip girl??? i'm not even kidding)

2 comentários:

Nah Safo disse...

Jeff é tão bom que a primeira vez na minha vida que eu enfiei músicas no meio de um texto foi com ele (o Grace todo de uma vez, ainda). <3

Lary disse...

Jeff é perfeição. Essa música é minha favorita. E essa versão ao vivo é maravilhosa.
Também penso nisso de nao poder ir num show dele.
E do Elliott Smith... Não sei se voce conhece ele. Se nao conhece, escuta o album "either/or".
E eu vi esse filme que voce falou. Nao curti. Achei que aquele jeff nem de longe me passou o que o jeff me passa. E eu odiei aquele romancezinho, achei desnecessario. O foco era pra ser ele e o pai. Tambem nao curti como eles tentaram dar uma suavizada no tim no final com aquela cena dele olhando o berço. Pareceu aquele tipo de coisa que nao tem como eles saberem se o tim se importava com ele mas nao podiam colocar ele como completamente babaca. Hahaha ja tem um tempinho que eu vi, posso ta falando merda. E nem sei muito sobre o tim. So que jeff >>>>>>> tim. Ahhahahhahah
Adoro um video que uma mulher vai anunciar o jeff e fala alguma coisa sobre o tim e ele no fundo mostra o dedo do meio puto. Ja viu?
Me empolguei nesse comentario.