20.10.15

gravei antes da meia noite na tv e queria fazer uma maratona com os dois filmes anteriores antes de assistir esse, então hoje peguei meu gracioso dvd duplo com os dizeres 2 FILMES DE ROMANCE POR 12,99 e fui assistir.

coisas a dizer: eu não lembrava que no primeiro filme o jessie era tão irritantemente cético e arrogantezinho em relação as coisas nas quais a celine demonstra acreditar - a cigana que lê a mão dela, por exemplo, ou o mendigo-poeta que escreve na hora uma poesia pra eles. mas também gostei muito de perceber coisas nos olhares deles que eu nunca tinha notado antes, como quando o jessie fala sobre como ele não acredita em amor e romance e a celine olha pra baixo por alguns milésimos de segundo e em eguida olha pra ele sorri e diz que entende e concorda. ou quando ele conta que foi a um casamento quaker e os noivos só se olharam em silêncio por uma hora e aí estavam casados, e ele segura o olhar nos olhos da celine, ele fica lá por uns instantes até ela desviar o olhar e por uma fraçãozinha de segundo ele parece triste.

mas o que eu gosto mesmo - e acho que todos que viram o filme hão de concordar - é a cena na loja de vinil, quando eles vão pra cabine escutar um disco; e eu acho mesmo que esse momento deve ser o preferido de todos, mas eu gosto da cena toda, desde o comecinho, eles olhando os discos, aquele clima que dá pra quase sentir o cheiro típico dessas lojas, sentir a poeirinha que fica nos dedos ao passar pelos discos procurando alguma coisa interessante, alguma coisa nova, alguma coisa incrível. e aí, claro, eles dois ouvindo a música naquele clima beija-não-beija e de olhares desviados.



no segundo filme o que eu gosto mais é a cena final, sem sombra de dúvidas. esse é um dos finais mais bonitos e sensuais e doces de todos os filmes de amor, e eu amo ela inteirinha mesmo, desde o jessie olhando os cds da celine, escolhendo nina simone, toda a conversa, tudo. desculpa os spoilers gente, mas eu preciso colocar esse vídeo aqui. pra quem não viu, essa é a ultimíssima cena, fiquem avisados


se eu fosse agora seguir os clichês eu também postaria o vídeo da cena em que a julie delpy canta a valsinha dela, que é uma cena tão lindinha, PORÉM eu gosto de ser assim espontânea e imprevisível


e curiosamente esses dias tava ouvindo esse cantor chamado moses sumney e hoje abri o youtube pra procurar vídeos dele ao vivo (pois maravilhosos, segue exemplo)


mas o youtube me recomendou ouvir novamente uma música que eu não ouvia faz quase dois anos, que por coincidência do destino é muito uma vibe jessie&celine na minha humilde opinião. a música é da lisa hannigan, que costumava cantar com o damien rice (acho que ele partiu o coração dela ou algo assim, e agora ela tá aí fazendo música de coração partido muito melhor do que ele)


acho que essa música abaixo é um exemplo bem legal e claro da intensidade da relação deles, e a lisa canta com tanta melancolia, com tanta tristeza e com tanta solidão, enquanto o damien taí se esgoelando em raiva em frustração em angústia



curiosidade: outra cantora que eu gosto muito e que também teve seu coração partido por um cantor folk e também saiu do rolê escrevendo música de coração partido muito melhor que o ex-namoradinho foi a laura marling



essa letra em algum momento diz 

i'd be sad that i never held your hand as you were lowered, 
but i'd understand that i'd never let it go
i'd be sad that i never held your hand as you were lowered, 
but i'd understand the world does what it does

não por acaso, uma das músicas do noah and the whale, banda do ex da laurinha (banda na qual ela também cantava), chama hold my hand as i am lowered, ou seja, vocês vêem como um heart break pode fazer a gente pegar as poesias alheias e deixá-las ainda melhores, né. 



(fun fact: um dos trabalhos que eu mais gostei de fazer na pós-graduação foi um de antropologia em que eu analisei o eu lírico do disco a creature i don't know, ou seja, eu consegui fazer um trabalho de análise literária de música folk numa pós de moda, talk about multi-tasking. me empolgo muito com a laura marling portanto vou parar agora antes que eu de um pequeno flood de vídeos dessa deusa, só vou dizer que recomendo muitíssimo esse vídeo, do mesmo show do vídeo aí de cima)

(also, amanhã assistirei antes da meia noite, ANSIOZZY)

Nenhum comentário: