29.10.15

não consegui assistir antes da meia noite ainda, no entanto tive a oportunidade de assistir sleepwalk with me, uma pequena pérola do humor machistinha indie, só que dessa vez além de dor de cotovelo de macho a gente tem o bônus da:::::: stand up comedy

qué dizê, o protagonista não é um loser egocêntrico com baixa auto-estima que de alguma maneira milagrosa encontrou uma mulher linda, bem vestida e inteligente que o ame. ele é tudo isso com o PLUS  de ser um comediante ~do tipo stand up~ e, believe or not, ele ainda tem a namorada da hora.

acho que a ideia é que por baixo de toda a autocomiseração ele tem um talento maravilhoso de ser um criativo e hilário humorista.

tudo bem, em 500 days of summer, o carinha loser também tinha um talento criativo maravilhoso escondido, mas né, pelo menos era arquitetura, se não serve pra deixar o personagem mais interessante serve pelo menos pra criar umas imagens bonitas na tela. stand up comedy só serve pro filme ter mais piada ruim mais vezes por mais tempo.

e não é por nada não, já que já falei de 500 days of summer, o menino pelo menos era bem apessoado, se vestia bem, parecia tomar banho todo dia, dá pra entender porque a zoey deschannel ia se atrair por ele. mas, cara, o protagonista de sleep walk with me.................

ok, quem sou eu pra julgar as pessoas pela aparência, mas gente, o cara é chato, mau comediante, completamente centrado em si mesmo, e ainda por cima não cuida nem um pouquinho da aparência??? vocês me desculpem, mas essa menina ruivinha, bem vestida, e - como o próprio protagonista diz - incrível não aguentaria tanto tempo ao lado de um cara chato e mal ajambrado desse.

enfim, plot com spoilers: comediante sem sucesso (pois péssimo) passa a morar com a moça que ele namora há 8 anos. ele então começa a ter sonambulismo e fazer umas coisas muito doidas, claramente porque ele não queria viver com a namorada. então o que ele faz? isso mesmo, pede a namorada em casamento, continua tendo sonambulismos loucões etc. um dia uma agente doida põe ele pra se apresentar e no começo todos odeiam mas aí ele passa a fazer piadas sobre casamento, relacionamentos e, sim, a própria namorada e curiosamente: SUCESSO ESTRONDOSO. a namorada, é claro, não sabe das piadas e usa roupas incríveis e tem um cabelo lindo, e o comediante sonâmbulo vive dizendo que ela é incrível (porém isso claramente é mentira porque se ele a achasse incrível ela teria mais falas e mais tempo em cena e nós a conheceríamos e saberíamos se ela é incrível mesmo e por quê) só que ele não está preparado pra vida de casamento etc. isso ele diz pra todos menos pra ela, óbvio. várias piadas horríveis, narração em off, mais piadas horríveis, comediante termina com a namorada e passa a fazer ainda mais sucesso contando piadas sobre toda essa história da namorada e do sonambulismo e do caminho ao sucesso até que um dia alguém dá a oportunidade a ele de fazer um filme e ao invés de se esforçar e fazer uma bela comédia da hora, ele faz um filme sobre essa mesmíssima história porque aparentemente sempre existe algum jeito de ser mais egocêntrico do que a gente já é.

fora isso, e porque eu não quero publicar apenas esse rant cinematográfico, outra coisa que aconteceu é que eu fiz uma coletânea dos pichos que existem na granja viana - e eu lhes digo, meus amigos, os pichadores da granja tem coisas importantes a dizer.

eu particularmente gosto desses pichos environment-friendly que estão espalhados pela região



e outro dia eu vi esse muro e achei cool


mas o mais legal mesmo era o lado do muro, que tinha só esse rosto


que me lembrou muito dessa outra moça que eu amo pois me identifico com os cabelos e o batom


aí tem esse que eu não sei o que significa porém acho as cores lindas


esse picho eu reparei hoje pela primeira vez, o que é uma vergonha pra uma menina feminista girl power como eu


gosto da mensagem feminista acompanhada de coraçãozinho e do emoticon ao lado. e aí tem o clássico dos clássicos, o emblema da granja viana


e notem que esse picho em questão é muito pertinente, pois as calçadas da granja viana tem aproximadamente 15 centímetros de largura, o que faz com que a distância possível pra tirar fotos de pichos seja essa aí em cima ou:


bem grudadinho pra não ser atropelada por um ônibus. só que eu, pequena mel, gosto de ver também o lado bom das coisa tudo, e por menores e mais horripilantes que sejam as calçadas da granja viana, há partes dela que são até bonitinhas


porém ainda assim assustadoramente próximas do trânsito passando bem na minha orelha. 

agora abandono vocês com outra coisa interessante na granja, que é esse meu vizinho e sua dinâmica com bichinhos de estimação:

Nenhum comentário: