27.1.16

i'm always home; i'm uncool

nesses dias aconteceram os seguintes fatos:

voltei a trabalhar. a minha sorte é que eu gosto do meu emprego, porque se gostando já tá difícil assim imagina a downard spiral que eu adentraria se além de tudo eu odiasse ir pro trabalho.

no meu último dia de semana de férias eu fui à 25 de março




e lá comprei essas adoráveis luzinhas à pilha (à pilha!!!!!)




e também quase comprei um copinho desse suco, porque ele é tão coerente quanto a minha vida




continuo ouvindo muito marvin gaye, portanto quem tiver alguma sugestão de outro disco pra eu me desintoxicar desse, tô topando. mas também se eu não me desintoxicar tudo bem, porque é aquilo que eu disse alguns posts atrás:




enquanto isso sigo aqui trabalhando e sendo triste, e fora isso adquiri uma certa postura na minha vida que é mais ou menos essa


e já que eu e lester bangs estamos numa vibe tão similar, outro acontecimento importante foi que um amigo me mandou a notícia do novo disco do iggy pop que foi feito com nada mais nada menos que josh homme chuchuzinho. ele também me mandou esse vídeo da estréia da nova música 



e eu assisti e fiquei tipo




então cheguei à conclusão de que se eu e lester bangs temos tanto em comum (além do já notório bom gosto musical RISOS), a vida não pode estar tão ruim assim né. e não está, inclusive estou preparando as cadeirinhas de praia prum evento incrível de cinema ao ar livre, coisas que dá pra aproveitar na granja viana pois número de pessoas aceitável, sem filas, sem muvuca, etc.

até esse incrível dia chegar eu continuarei navegando a web no meu tempo livre, afinal de contas as pessoas tentam me convencer a ter experiências no mundo real e eu fico apenas

Nenhum comentário: