8.11.16

acabei de ver um bicho e na dúvida se era barata (pra eu poder matar) ou algum outro bicho (que merece viver) eu tirei uma foto e mandei pra minha mãe.

ela disse que é um barbeiro.







bar
bei
ro





daqueles que CHUPAM O SANGUE DE CRIANCINHAS e fornecem uma bela dose de doença de chagas.


eu moro numa casa em que existem barbeiros.
e no meio tempo entre tirar a foto e mandar pra mãe e namorado querendo desesperadamente saber se eu podia matar essa barata esquisita, ele sumiu.
eu nunca tinha visto um barbeiro ao vivo na vida.
e agora não posso dormir pois nada impede que eu acorde com um parasita no meu coração. e meus dias contados.

(não que eles não estejam contados já desde que nasci, né. e considerando o ano que me espera, sem emprego e tendo que pagar aluguel dessa casa que hospeda barbeiros, talvez uma doença dramática não seja a pior das situações. talvez eu saia no jornal?)


Nenhum comentário: