5.1.17

isso tudo de estar pensando me moda de novo, de estar abraçando o não-comprar, de querer registrar isso, só que do meu jeito, com as minhas regras, me fez lembrar dos poucos meses em 2015 em que trabalhei num site de moda.

olhando em retrospecto, o trabalho era muito mecânico e meio fuén, consistia mais em escrever sobre nada e redimensionar fotos do que qualquer outra coisa, mas rendeu coisas legais se eu pensar com carinho.

lembro que fiz um post de dia das mães que amei do começo ao fim, me dediquei, fiz uma pesquisa legal. mesmo não sendo nada extraordinário, era uma coisa que tinha saído da minha cabeça, uma coisa sobre a qual eu escreveria aqui no blog, até, em outro tom talvez. enfim, caprichei.

alguns dias depois, meu período de trabalho no site tinha acabado, o catraca livre postou o texto. palavra por palavra. todas as montagens que eu fiquei um tempão fazendo, comparando, escolhendo foto. escrever sobre moda, gente, pode até ser fútil, mas fútil não é igual a simples. é tão trabalhoso quanto qualquer outro trampo, traz tantas realizações e frustrações quanto, enfim, tudo igual mas com fotos da kate moss na parede e uma cesta de jabás que ninguém quer.

eu ainda tinha facebook, então marquei o editor do site no post do catraca livre, ele deve ter contactado a galera, deram os créditos devidos - pro site, claro, não pra mim -, fim. tanto trabalho, tanto capricho, e eles nem tem a obrigação legal de por meu nome lá. mas gostei tanto de fazer que a coisa meio que se pagou?

lembro também que alguns dias depois da gisele anunciar sua aposentadoria das passarelas, encontrei num site obscuro uma foto dela vazada de uma suposta nova campanha do chanel nº 5, em que ela vestia apenas um frasco oversized do perfume. a foto não tinha uma mega resolução, mas era grande, então fiz o texto e mandei pro editor. não achamos evidência dessa campanha em nenhum outro lugar da internet, então meu editor decidiu guardar o post e esperar.

algumas semanas depois algum site grinfo deu a notícia, com a mesma foto em alta resolução. troquei a foto, e acho que fomos os primeiros a publicar aqui, mas só acho.

enfim, coisas boas sempre ficam, mesmo se a experiência geral  não tenha sido super engrandecedora.

teve o post sobre séries dos anos 90 que eu também amei fazer, e que rendeu até post pra esse blog! e teve um sobre como comprar as roupas das séries que eu achei que ia fazer o maior sucesso, porque era sobre compras e as pessoas amam comprar, mas não. zero alarde.


isso me fez pensar que nem tudo precisa se relacionar a consumo, o que me fez ainda mais feliz de ter me proposto não comprar nada esse ano.

tão feliz que decidi fazer um blog, pasmem, de moda. eu, que sempre critiquei esses tais de looks do dia. o mundo da voltas mesmo, queridinhos, e agora sou dessas. e já na primeira foto tô considerando ir full samara nessa ideia



(fun fact: no original japonês a samara se chama sadako, e a real é que eu nem posso ir full samara no rolê porque até isso já fizeram: sadako's unfashionable fashion diary)





Nenhum comentário: