29.1.18

diário de dates e crises existenciais

biscate. já fui mais biscate. sinto falta, às vezes. achei que meu diário de dates e crises existenciais teria vários episódios, mas não. acabaram os dates.

não as crises existenciais, essas continuam aqui firme e forte e como se não me bastassem elas decidiriam obcecar com um date. um único. na verdade foram dois, mas o mesmo cara. e ele é pai. foi casado por 7 anos. não quer, claro, nenhum compromisso que seja life changing a essa altura do campeonato. mas putaqueopariu que beijo.

e eu?

fico aqui entrando no tinder apenas pra dar likes em caras com quem nunca vou sair e passar meu telefone pra caras cujas mensagens eu nunca vou responder. e, claro, ficar olhando as fotos dele. e relendo nossas conversas. porque eu sou muito ridícula.



i was a firecracker, baby, with something to prove
now i gotta contend with the living blues
i could've missed it, i never knew
chain reaction but you're holding the fuse

2 comentários:

juliana disse...

gente, sou eu todinha nos tinder da vida :~

josé disse...

"e, claro, ficar olhando as fotos dele. e relendo nossas conversas. porque eu sou muito ridícula."

não se sinta só nesta jornada,amiga!